Aprender a sobreviver

Estou começando a achar que superestimamos o sucesso. E subestimamos a necessidade de sobreviver. Ou melhor, de aprender a sobreviver. Se você não sobreviver, consequentemente não vai ter sucesso: para ter sucesso é preciso estar vivo.

Pode parecer óbvio. Mas imagine uma empresa que ainda não aprendeu a sobreviver, mês após mês. Vai ser difícil ela atingir o tal sucesso. É nesse esforço de sobrevivência – o que dá certo, o que não fazer, aprender com os erros – que começamos a vislumbrar caminhos interessantes. E isso vale, obviamente, para a vida. Assim que eu aprendo a sobreviver, eu começo a descobrir como progredir. Como deixar a minha marca. Como causar mudanças.

O mercado exige, cada vez mais, que uma empresa aprenda a sobreviver. O mundo atual, no entanto, exige cada vez menos esforços de sobrevivência das pessoas. Os nossos antepassados lutavam diariamente contra as forças da natureza. Nós lutamos contra a preguiça e contra o tédio, sem muito sucesso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s