Para sofrer menos

Existe uma diferença fundamental entre dor e sofrimento.

A dor é momentânea. É inevitável: uma reação automática do organismo ao golpe.

O sofrimento, grosso modo, é o que você vai pensar sobre a dor que você sentiu. O sofrimento é a história que você inventou sobre o que aconteceu.

Eu te dei um beliscão. Doeu um pouquinho, mas logo passou. Mas faz meses que aconteceu e você continua sofrendo, tentando entender. Eu já nem lembro mais do motivo. Já pedi desculpas, mas não adianta.

Esse é o preço que pagamos por ter um cérebro tão evoluído. Ficamos formulando hipóteses para os acontecimentos. Racionalizando o inexplicável. E o pior: tentando racionalizar o que é irrelevante.

Sabendo que funcionamos assim, o que VOCÊ poderia fazer para sofrer menos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s