As releituras

Lembrei de outro perigo da leitura – essa atividade nobre, mas que pode servir como um meio de procrastinar, ou ainda (reflexão de hoje) ser realizada de uma forma contraproducente.

Existe um jeito errado de ler? Pois é: ao invés de ler, anotar, refletir e retornar aos pontos que destacamos, queremos ler novos livros. Tentamos acabar logo um ótimo livro para poder contabilizar mais um e começar o próximo. Qual é a lógica dessa pressa?

E por que começar um livro novo, quando o clássico lido já foi esquecido? As releituras são fundamentais. Porque esquecemos. Porque o texto permanece o mesmo, mas o leitor muda muito com o tempo. Afinal de contas, com novos olhos, num novo contexto, surgem novas interpretações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s