O motivo da reclusão

O passar do tempo, tema inesperado da minha semana, ocasiona outro fato curioso: o velho, de tanto que viu, começa a falar obviedades. E o novato, que outrora o admirava, não vê mais novidades nos insights. Acha que o velho está perdendo a capacidade intelectual.

Mas não sei se é isso. Acho que é mais o que venho explorando aqui: coisas que o agora velho sempre soube, que sempre considerou óbvias, começam a fazer mais sentido.

Um exemplo: a importância da fé. O raciocínio, se for escrito assim, direto, vai parecer simplório. Mas ele se tornou profundo para o experiente. Pois ele já viu muito. Ele já deu a volta ao mundo, e pode ter dificuldade de comunicar sua sabedoria para quem ainda não cruzou algumas fronteiras metafóricas.

Eu imagino que seja por isso que muito ancião opta pela reclusão. Ele enfim percebe que não adianta pregar – o aprendizado, se vier, virá com o tempo, e não com conselhos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s