Trabalho e sorte

“Quanto mais eu trabalho, mais sorte eu tenho!”

Já ouvi essa frase várias vezes. Até já vi ela escrita na traseira de um caminhão.

Será que é assim que funciona? Mais trabalho = mais sorte?

É uma mentalidade admirável, e pode até ser que o otimismo e a motivação do trabalho façam a pessoa interpretar os fatos de forma diferente. Mas não é assim que funciona. A sorte (e o azar) são aleatórios. Não adianta procurar causas para eventos aleatórios – se encontrarmos alguma, será falsa.

O que nos resta a fazer é decidir como trabalhar nos momentos de sorte e nos momentos de azar. Na sorte, aproveitando ao máximo a oportunidade. No azar, refletindo, ajustando, corrigindo. Pois contar com a sorte é apostar no cara ou coroa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s