Números não emocionam

Quanto você doaria para ajudar a salvar 2 mil, 20 mil ou 200 mil pássaros que são contaminados por petróleo no mar?

Estudos assim mostram sempre que as estatísticas influenciam pouco no valor da contribuição. No exemplo, para salvar 2 mil pássaros o grupo 1 respondeu que doaria, em média, 80 dólares. Para salvar 200 mil? A média das respostas do grupo 2 foi de 88 dólares. E para salvar 20 mil pássaros? A média do grupo 3 foi de 77 dólares. O número de pássaros que seriam beneficiados fez pouca ou nenhuma diferença.

Não somos tocados por estatísticas. Os números não nos contam uma história. Não tocam o coração, digamos.

Por isso que no Jornal Nacional você vê uma matéria sobre o aumento da inflação retratando a dificuldade da Dona Maria em abastecer a geladeira. O que nos toca são os depoimentos, as imagens que encantam, espantam e geram identificação.

Um ou mil pássaros sofrendo formam a mesma imagem na nossa mente. Nossa biologia negligencia a estatística, especialmente em questões que mexem com as emoções.

Em tempo: é preciso cautela com o uso de gráficos e estatísticas na comunicação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s