Afastar os semelhantes

Professores e psicólogos bem intencionados resolveram levar todas as crianças desajustadas para uma colônia de férias. Lá eles trabalharam bastante para ajudar as crianças, com interações, dinâmicas e intervenções.

O resultado? Elas saíram de lá piores do que chegaram.

O motivo: não deveriam ter agrupado os problemáticos. É preciso inseri-los num meio melhor, inspirador, e não onde eles vão apenas encontrar semelhantes.

Guardadas as devidas proporções, isso acontece nos presídios. Acontece em grupos organizados. Isso acontece, lamentavelmente, em algumas famílias.

Para melhorar, precisamos de influências melhores – e não de problemas semelhantes e boas intenções.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s