Feito ou perfeito

Eu concluí duas atividades importantes recentemente. Nenhuma delas ficou ótima. As duas ficaram boas, razoáveis.

Eu me tornei bom em entregar, concluir, não perder prazo. Mas para isso, acabei abdicando de adicionais caprichos.

Faz tempo que eu me orgulho de ser assim. É algo parecido com o que dizem por aí, que “é melhor feito do que perfeito”.

Mas será que com essa mentalidade (e metodologia) é possível construir algo grandioso? 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s