Culpa do sistema

É possível que o desafio da inteligência artificial, para as nossas gerações, seja principalmente fazer a gestão da burocracia envolvida.

O que fazer quando o funcionário que sobrar dizer: “É culpa desse novo sistema inteligente, não posso fazer nada!”? Será que somos mesmo reféns de um sistema ou é a mesma justificativa conveniente de quem não assume responsabilidades?

Meu receio é que sejamos uma geração de transição. Bravos empreendedores e gestores em busca de um mundo mais inteligente. Vamos ensinar as máquinas, vamos cognificar as coisas – mas o esforço maior pode ser cultural. E isso vai nos impedir de colher todos os benefícios.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s